terça-feira, 25 de agosto de 2015

Resenha - Lavínia e a árvore dos tempos



Título: Lavínia e a árvore dos tempos
Páginas: 234
Autor: Lucinei Campos
                                  Minha Nota: 4/5 
Onde Comprar: Sanfer Livros







Sinopse: “Imagina se você ganhasse de presente uma fada, para passar um ano humano inteirinho com você? Esse foi o presente de Lavínia, uma menina de 9, quase 10 anos, um pouquinho diferente das meninas da sua idade.
Mas, se essa fada também fosse um pouco diferente das fadas tradicionais, essa que a gente ver nos contos? Pois é , Lorivaldo é assim: uma fada homem, bem rabugenta, que detesta seres humanos e carrega como instrumento uma peixeira, ao invés de uma varinha.
E se você descobre que existem seres que nunca havia visto antes? Goblins, faunos, boitatás, ninfas, curupiras, dentre outros, irão integrar essa aventura, aonde Lavínia se descobrirá em um mundo misterioso e mágico, que mudará a sua solitária vida. Dos galhos de uma imponente árvore, a Árvore dos tempos, que dá pergaminhos no lugar de frutos. Traços de que coisas misteriosas e em comuns há entre Lavínia e Lorivaldo e o mundo aos quais pertencem.”

Resenha: O livro conta a história da menina Lavínia, uma criança de 9 anos. Podemos acompanhar sua rotina e como ela é excluída dos grupinhos da escola. Nela, as crianças são divididas por marrentões e valentinhas, grupos os quais estão sempre perturbando a menina Lavínia.  E ainda tem a professora a qual sempre é incompreensível com a menina.
Mas Lavínia tem um amigo, sim. Seu nome é Leo, na verdade esse não é o nome dele, mas por sua mãe ser tão fã do cantor Leonardo, assim todos os chamam.
Todos os dias a pequena Lavínia arruma um jeito de ficar “invisível” na escola e todas as tardes ao chegar em casa após fazer suas tarefas, a menina e Léo ficam juntos.

No livro também conhecemos os elementais, seres mágicos. Logo conhecemos Laus, uma fada que está sendo julgada por cometer muitos crimes no mundo mágico e no mundo dos humanos. A pena de Laus é ter que passar um ano com a menina Lavínia, protegendo-a , sendo que Laus, odeia os humanos. Vemos então uma fada que no mundo humano vira um nordestino chamado Lorivaldo. Uma fada, muito rabugenta por sinal. Á partir daí acompanhamos uma história divertida, mágica e cheia de aventuras.


Por hojé é só. Espero que gostem e até a próxima!

2 comentários: